Pododermatites

26/07/2015 08:15

Os sinais e sintomas da pododermatite ulcerosa são geralmente classificados de Grau I Grau V, dependendo da gravidade da doença.

 

  • ​Grau I - Coelhos nesta fase da doença têm uma forma mais branda da doença e podem apresentar alguma perda de pêlo e outros sintomas iniciais sobre a superfície inferior das patas traseiras;
  •  
  • Grau II - Coelhos nesta fase leve da doença vai apresentar a perda de pêlo nas patas, e também pode ter inchaço e vermelhidão;
  •  
  • Grau III - Neste estágio moderado de pododermatite ulcerativa o coelho é mais provável que a apresente ulceração e, possivelmente, formação de crosta que pode proporcionar uma oportunidade para a infeção;
  •  
  • Grau IV - Durante este momento da doença o coelho é provável que tenha um abscesso, uma bolsa de pus, e inflamação dos tendões ou tecidos mais profundos dentro do membros posteriores do corpo;
  •  
  • Grau V - Nesta fase da doença o coelho apresentará sintomas graves de pododermatite ulcerativa, incluindo osteomielite ou infeção da medula óssea, inchaço do tecido comum (sinovite), e inflamação dos tendões, possivelmente, (tendinite), que podem levar a uma alteração na locomoção e postura;

Outros sinais e sintomas podem incluir uma falta de vontade para andar, que é largamente associada com desconforto e dor, obesidade, nervosismo, e incapacidade para comer.

 

Os factores de risco para esta doença são:

 

  • Ambiental – Ficar muito tempo em contacto com humidade, litter sujo, arames e ferros, superfícies duras, etc;
  •  
  • Falta de Exercício;
  •  
  • Obesidade;
  •  
  • Doença de origem musculosquelética ou outras doenças dolorosas, como pedras nos rins;
  •  
  • Doença gastrointestinal ou urinária;
  •  
  • Aparar pêlo das patas;
  •  
  • Coelhos nervosos ou ansiosos;
  •  
  • Lesões nas patas;
  •  
  • Algumas raças com pouco pêlo nas patas, como o caso do Rex.

 

Comer é importante durante o tratamento para evitar o enfraquecimento do sistema gastrointestinal e crescimento excessivo de bactérias no intestino desfavoráveis. Uma ampla seleção de verduras frescas, incluindo couve, espinafre, salsa, etc. é necessário.

 

Tratamento

 

Se suspeitar de Pododermatite no seu coelho, leve-o ao seu veterinário de exóticos para observação. Se em fase inicial, aplique bephantene plus na área lesionada, e faça uma “meia” de proteção para as patinhas, pois irá precisar de um suporte, uma vez que não terá pêlo na região. Os animais deverão ser colocados em camas limpas e pisos pouco agressivos, sem redes.

 

Ilustração 1 - Pata Saudável

 

 Ilustração 2 - Pata com Pododermatite (lesionada)

 

 

 

Fonte: http://coelhopedia.wix.com/coelhopedia#!pododermatites/c1t8r

 

—————

Voltar