Mixomatose em Coelhos 2

09/04/2017 10:21

A mixomatose é uma doença causada por um vírus que ocorre tanto nos coelhos selvagens como nos coelhos domésticos. A transmissão pode ser feita por contacto directo, indirecto ou por vectores, ou seja, pode ser transmitida por insectos ou parasitas que em contacto com um coelho afectado podem posteriormente infectar outros coelhos. Assumem particular importância na transmissão da doença as pulgas e mosquitos, o que justifica o caracter sazonal da doença.

Apesar dos coelhos mantidos no exterior estarem mais expostos à doença, os coelhos de interior são igualmente susceptíveis, principalmente quando existem outros animais em casa com acesso ao exterior.

Sinais clínicos

Existem duas apresentações da doença:

  • Forma aguda: onde a taxa de mortalidade pode atingir os 100%. Os coelhos afectados apresentam edema da cabeça, pálpebras, base das orelhas e genitais. Por vezes, ocorre infecção das pálpebras e conjuntiva ocular que pode culminar com cegueira. Normalmente o animal mantém o apetite inicialmente, mas com o progredir da doença vai comendo cada vez menos. Os coelhos podem também apresentar pneumonia bacteriana secundária por Pasteurella spp., a qual é muito frequente e é normalmente a causa de morte.
  • Forma crónica ou nodular: Os animais desenvolvem nódulos (pseudo-tumores), especialmente nas orelhas, nariz e patas, aproximadamente 10 a 15 dias após infecção. Esta situação resolve espontaneamente, no entanto as crostas podem demorar mais algum tempo a desaparecer.

Tratamento e Prevenção

Não existe tratamento para a mixomatose, pode-se apenas fazer tratamento sintomático sendo muitas vezes infortuno nos casos de apresentação aguda. Não havendo tratamento a prevenção assume um importante papel. Esta passa pela vacinação dos coelhos e controlo dos insectos e parasitas que possam transmitir a doença (insecticidas ambientais e desparasitações externas). 

Pelas razões acima referidas a VetExóticos aconselha a vacinação de todos os coelhos.

 

FONTE: www.vetexoticos.pt/pt/novidade/19/mixomatose-em-coelhos/

—————

Voltar