Guia Sobre as Fezes de Um Coelho

25/08/2013 01:05

FEZES SAUDÁVEIS

Em média os coelhos produzem de 200-300 bolinhas de fezes por dia. Elas devem ser uniformes de forma arredondadas do tamanho de uma ervilha ou grão de bico (o tamanho do seu coelho nem sempre prever o tamanho de suas fezes). Elas também devem ser friáveis. Friável significa que eles têm uma forma estável, mas se você aplicar pressão suave e rolá-las entre os dedos, elas vão desmoronar em algo parecido com serragem como na foto.

Uma vez que você testou a friabilidade de um cocô, dentro você deve encontrar muito feno mastigado. Testá-los regularmente lhe dará uma base para o que é normal para o seu coelho.

 

FEZES COM PELO (Colar de Pérola)

Normalmente as fazes estão ligadas entre si pelo pêlo do coelho, eles produzem esse tipo de fezes quando estão trocando de pelo ou estão com uma quantidade significativa de pelos no estômago. O espaçamento sugere que o intestino do coelho está funcionando normalmente e que o pêlo está sendo empurrado através de todas as outras fibras que ele ingere. Sugiro neste caso dar ao coelho mais verduras frescas, além de deixar feno a vontade ao coelho e escova-lo regularmente para ajudar a não ingerir muitos pêlos. Pelo no estômago é totalmente prejudicial para os Mini Coelhos, então notando que seu coelhinho está fazendo fezes deste tipo, é bom observa-lo, e em qualquer alteração mínima de comportamento procurar um médico veterinário.

 

CECOTROFOS (Cacho de Uva)

A cecotrofia é um mecanismo fisiológico típico do coelho, com uma influência decisiva tanto em suas características nutricionais como nos processos patológicos que se relacionam com o mesmo. O processo digestivo do coelho se efetua em uma segunda ingestão, a dos alimentos cecotrofos, o excremento mole que o animal consome diretamente do ânus, nos momentos de máxima quietude durante a noite; os quais contêm alguns aminoácidos e vitaminas do complexo B, sintetizados no intestino ceco, que são essenciais para a saúde e desenvolvimento do animal.
A ingestão dos cecotrofos permite o melhor aproveitamento de alguns nutrientes, proteínas e vitaminas do complexo B, que não foram aproveitados pelo organismo do coelho.
Durante o dia, as fezes expelidas pelos coelhos são duras e grandes, neste caso não ocorre a coprofagia. As fezes noturnas são moles, menores e contém um revestimento mucoso, e os coelhos as comem logo após serem expelidas (o que caracteriza a cecotrofia). Por isso dificilmente é vista em condições fisiológicas, uma vez que o coelho coloca a cabeça entre as pernas e ingere as fezes antes que as mesmas toquem o piso.
A necessidade dos coelhos praticarem o hábito de ingerirem suas próprias fezes deve-se ao fato de a área microbiana intestinal situar-se na parte posterior do aparato digestivo, diferentemente dos ruminantes ( bovinos), nos quais se situam na parte anterior, esta parte do intestino age como uma câmara de fermentação e, é nesta área em que é quebrada a celulose da fibra, onde se obtém os nutrientes essenciais para a vida dos animais.
Considera-se que ao redor de 15 a 20% da matéria seca por dia ingerida (alimento + cecotrofo), corresponde a cecotrofos; um rol nutricional que tem mecanismo fisiológico importante, que permite reter no ceco uma digestão gástrica e entérica a fim de que as bactérias cecales atuem sintetizando as proteínas, aminoácidos essenciais e vitaminas, que graças a funcionalidade do cólon podem ser ingeridas e aproveitadas pelo animal.
Se não fosse assim, a capacidade de utilizar os produtos resultantes da atividade dos microorganismos se perderia com a eliminação das fezes. A incapacidade que por qualquer motivo impeça o coelho de ingerir suas fezes leva o animal a várias deficiências e síndromes.

 

FEZES DUPLAS

Ocorrem quando intestino de um coelho retarda por qualquer motivo e dois cocôs colidem durante a sua formação formando um duplo cocô. Isto pode ser causado por stress ou idade avançada. Se o seu coelho começar a fazer mais do que dois ou três cocôs duplos (ou triplos) por dia, talvez seja hora de pedir ao seu veterinário um estimulante para regularizar o intestino do seu coelho a um ritmo normal.

 

FEZES PEQUENAS

Fezes podem ser pequenas por diversas razões: O estresse é o mais comum para pequenas bolinhas de fezes redondas. Um barulho estranho ou uma experiência estressante pode causar pequenas fezes temporariamente ao seu coelho.
As fezes devem voltar ao normal dentro de algumas horas. Cronicamente pequenas fezes podem indicar dor crônica, estreitamento do intestino ou uma obstrução parcial e uma visita veterinária é necessária. Pequenas fezes disformes podem significar que o seu coelho não está comendo o suficiente. Isso pode acontecer após a cirurgia, se os dentes do seu coelho estão sofrendo, ou qualquer outro motivo, o coelho pode não querer comer. Caso contrário, as fezes pequenas do seu coelho estão lhe dizendo para você ir ver um veterinário.

 

FEZES PASTOSAS

Disbiose Cecal é cocô que não está completamente formado e é pastoso e geralmente mal cheiroso. Pode ser causada por stress, doença ou uma dieta demasiado rica em amido, gordura ou açúcar. Isso não deve ser confundido com cecotropes normais que foram apertados por pés ou de fundo do seu coelho. Você deve monitorar todo o coelho com disbiose para sinais de doença. Tome a sua temperatura para descartar uma infecção. Se a disbiose persiste ou não reduzir após a retirada das guloseimas, agendar uma visita do veterinário.

 

DIARRÉIA

Verdadeira diarréia é muito raro em coelhos e é motivo para alarme. Coelhos com diarréia podem ser infectados com parasitas fatais ou possivelmente tenham sido expostos aos venenos. Muito jovens coelhos com fezes escorrendo lacrimejantes podem ter sido desmamados antes que eles estão prontos. Independentemente da idade de qualquer coelho com diarréia, levando-os a um veterinário o mais rápido possível deve ser a primeira prioridade. Se for uma opção, levar alguma das fezes escorrendo para que seu veterinário possa examinar. 

 

Fonte: http://imgur.com/a/5N4lD#JzzKWub

—————

Voltar